quarta-feira, 31 de maio de 2017

São Joaquim do Monte

São Joaquim do Monte fica a cerca de  km do Recife. A única rodovia de acesso à sede do Município é a PE-112. O caminho mais rápido a partir do Recife é através de Camocim do São Félix.
Podemos iniciar o post dizendo que é uma das nossas cidades preferidas.
Embora discorde da ideia de se colocar asfalto nas cidades pequenas e em locais Históricos, São Joaquim ainda conserva alguns belos imóveis nas ruas centrais.
Imóveis conservados.
De frente para a Igreja, um imóvel com primeiro andar chama atenção. Descobrimos que é o local do primeiro imóvel da cidade. Pela arquitetura não parece ser o original, mas provavelmente sofreu reformas para ser ampliado e conserva detalhes do meio do Século XX.Outro imóvel bem interessante fica ao lado da Prefeitura Municipal. É um casarão bem conservado com dois terraços frontais que contam com pinturas nas paredes. Está muito bem conservado.
Prefeitura, Biblioteca e outros imóveis.
Infelizmente a sede da Prefeitura e da Biblioteca municipal não possuem atrativo visual algum e não são exemplo de preservação histórica para a cidade, bem como alguns imóveis do entorno da Igreja que foram reformados com a construção de um ou dois andares e como em várias outras cidades, mancham a beleza do centro.
Igreja Matriz de São Joaquim do Monte e Mercado Municipal
A Igreja Matriz fica no centro propriamente dito da cidade. Chama atenção por sua beleza e o seu estilo arquitetônico. O espaço na frente e atrás é amplo, e é onde se realizam os grandes eventos de São Joaquim. Por trás da Igreja, uma Imagem de Frei Damião encanta os visitantes.
Uma curiosidade: Entre a torre da Igreja e a Estátua de Frei Damião, foi o primeiro cemitério da cidade, no início do Século XX.
Mais imagens da Igreja e seu interior em : http://www.blogcoisanossape.com/2017/01/especial-um-monumento-artistico-e.html
Barragem do Caiana
A Barragem do Caianinha é um dos cartões postais de São Joaquim do Monte. O reservatório abastece toda a cidade e é uma das atrações turísticas do município.
Museu Caxiado
O Museu Caxiado vem sendo construído pelo próprio artista desde o ano de 2008 em uma área juntinho ao Santuário de Frei Damião.
No local o artista reúne toda sua História. As esculturas ocupam a maior parte do Museu.
Em um espaço, estão reunidas pinturas, Lps, Cassetes, Cds, Arte em Madeira e Cordéis de Caxiado.
O passeio no Museu Caxiado segue sete estações, representadas pelas letras que compõem o nome do artista. 
Após uma boa conversa com Caxiado.
Tivemos a honra de conhecer e ter uma boa conversa com Caxiado e sua esposa, Fernanda. Ele nos contou um pouco de sua História e falou das dificuldades de viver da arte.
Santuário de Frei Damião

O Santuário de Frei Damião fica no alto de uma Serra e a estátua pode ser vista de longe. A estátua é uma das obras de Caxiado e lá do alto, fica olhando para a cidade.
No espaço, há uma capela, com uma imagem do Frei no altar, e imagens de Nossa Senhora e do Padre Cícero.
O local é limpo, mas não se encontra tão bem cuidado. Alguns postes que iluminam e embelezam o lugar estavam quebrados e alguns visitantes escreveram na estátua do Frei. Não vimos ninguém vendendo lembrancinhas.

Portal e vista da Cidade.

A cidade de São Joaquim do Monte é, no geral, limpa e relativamente bem conservada, embora alguns imóveis já tenham sido descaracterizados. A impressão é de uma cidade tranquila e pacata.
Na entrada tem um belo Portal, que remete ao título da cidade, como "Terra da Romaria".

A vista do Santuário é linda. Dá pra ver toda a cidade e a zona rural que a cerca.
Pousada Aba da Serra

Não poderíamos deixar de falar um pouco sobre a Pousada Aba da Serra, uma das surpresas de que tivemos o prazer de conhecer em São Joaquim do Monte.
A Pousada é muito aconchegante. Quem gosta de um bom lugar pra descansar, não pode deixar de conhecer a "Aba da Serra". Em poucos lugares dá pra relaxar com a tranquilidade e o silêncio que o local proporciona.
Os quartos são muito confortáveis, a varanda bem decorada e relaxante, o café da manhã, almoço e jantar são bem diversificados e a comida deliciosa.
Há algumas redes sob as árvores, várias frutíferas, e uma piscina natural na pedra, onde tomamos um banho maravilhoso.


História:
O local onde hoje está a cidade de São Joaquim do Monte começou a ser povoado em 1896 com a construção da casa de Manoel Quintino. Próxima a ela, localizava-se a casa do Capitão Manoel Antônio, que era denominada "Casa Nova" de ABA DE SERRA, que se tornou o primeiro nome do lugarejo por estar ao pé da serra, hoje Serra do Monte.
São Joaquim do MonteEm 1896 foi erguida a capela em honra de São Sebastião. Sob influência do Coronel Joaquim José de Lima, o padroeiro da cidade foi trocado para São Joaquim. Em 1912, quando foi criado o distrito no município de Bonito, o povoado recebe este nome. No ano seguinte, iniciou-se a construção da nova capela sob a direção do Frei Epifânio e apoio do José Joaquim de Melo (o José Gameleira), que seria inaugurada dois anos depois.
O distrito foi elevado à categoria de município com a denominação de São Joaquim, pela lei estadual nº 1931, de 11 de setembro de 1928. Pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31 de dezembro de 1943, o município de São Joaquim, passou a chamar-se Camaratuba. Pela lei estadual nº 416, de 31 de dezembro de 1948, passou a denominar-se São Joaquim do Monte.
Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário